Para diminuir dor lombar: fortalecimento dos músculos, alongamento e respiração

Grande parte das pessoas desenvolvem trabalhos em que ficam em uma posição por muito tempo e fazem movimentos repetitivos. Em frente ao computador, em pé na loja, sentada por horas… Bem, este é um prato cheio para começar a sentir dores de coluna na região lombar. Você não sente dor nas costas!? Que bom, mas vai sentir. E não sou eu quem diz isso, mas a Organização Mundial da Saúde.  Leia mais…

Isso independe da idade, por isso recebemos no nosso Studio crianças, adolescentes, idosos e muitas mulheres. Infelizmente, elas ainda são as que mais sofrem com este tipo de problema. Por muitos motivos, sejam eles má postura , envelhecimento, traumas ou por carregar bolsas e mochilas pesadas, a dor de coluna é uma campeã de reclamações, mas a boa notícia é que tem como diminuir e até acabar com elas.

Algumas pessoas vão precisar de medicação, dependendo do caso, mas posso apostar que a maioria deles se resolve com a reeducação postural, alongamento dos músculos e, acredite, uma respiração mais correta. O Pilates ajuda a fortalecer e alongar os músculos da coluna na região lombar, ajudando a prevenir lesões e dores, aumentando a mobilidade das articulações e a flexibilidade. Além disso, corrige a postura, combate o estresse e ajuda a prevenir as dores em toda a coluna, não só na lombar. Lembrando que os exercícios devem ser feitos de maneira correta, com o auxilio de um instrutor e respeitando os limites de cada um.

As dores de coluna podem, se não tratadas adequadamente, se agravar levando a um quadro como degeneração dos discos intervertebrais e aumentando as chances para o surgimento de hérnia de disco ou bico de papagaio. Seja qual for o seu caso, procure ajuda médica para avaliação e pratique atividades físicas adequadamente. Sua saúde é um bem precioso, cuide dela!

Leia outros artigos do Studio Pilates Corpo e Saúde no site Bloginzine e acesse nosso Facebook e Instagram para mais dicas e informações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *